terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Escritora de fanfic

Eu já postei um número razoável de fanfics nos meus cinco anos de conta. 10, para ser mais exata. Duas por ano. Não é grande coisa, mas eu tenho um processo demorado, ok? Pode ser pouco, mas posso dizer com certa segurança de que eu dei meu melhor.
(claro que agora leio e encontro vários erros. mas c'est la vie)

O engraçado é que todas essas dez fanfics são oneshots. Para quem não está familiarizado com o jargão, oneshot é uma história de um capítulo. A minha primeira fanfic, postada em 2012, tem só 276 palavras. A minha fanfic mais bem-sucedida, do começo do ano passado, tem 6230. Para situar melhor, a primeira não deu uma página inteira no word. A segunda ocupou quatorze páginas.
Histórias de um capítulo só. Um episódio lido em uma sentada.

No final do ano passado eu comecei a postar minha primeira fanfic longa, ou, como chamamos, multichapter.

Terminei de escrever os oito capítulos que a compõem, mais o prólogo e o epílogo, em junho de 2016. Escrevi os capítulos sem intervalo. Escrevia, revisava no dia seguinte, escrevia o próximo. Precisei de dez dias. O arquivo inteiro ficou com 30 páginas no word. A coisa mais longa e completa que eu já escrevera.
Depois dessa imersão, precisei de seis meses até me sentir pronta para publicar. Em algum ponto na metade do caminho revisei pela segunda vez, percebendo uma melhora dramática. Estou fazendo a terceira revisão toda semana antes de publicar cada capítulo. É quase chocante a quantidade de mudanças. Frases inteiras apagadas de uma vez, parágrafos rearranjados. Os capítulo não passam de 1500 palavras, umas três páginas no word, mas posso gastar horas revisando. Uma vez, não estou brincando, acho que passei trinta minutos em um único parágrafo. Era o primeiro do capítulo.

Revisar é trabalho cansativo. Revisar é perceber que você usou a mesma palavra ou a mesma estrutura vezes demais, que tal trecho ficou fraco. Horas e horas de academia mental. Eu posso ser muito preguiçosa, mas sou forçada a revisar semanalmente para poder postar no mesmo horário programado todo domingo. É uma necessidade e uma obrigação que nunca conheci antes.
O resultado me agrada muito. Demanda um esforço louco, e às vezes eu levanto da cadeira esgotada e dolorida, mas é loucamente recompensador.

A fanfic está no penúltimo capítulo e já tem 10471 palavras. Não chega perto do desempenho da oneshot de 6000. Talvez isso pareça estranho, mas não é. Por mais que sejam sobre o mesmo anime, as fanfics têm temas diferentes e buscam públicos diferentes. A oneshot foca em um único casal e é romântica e dramática. Tem algumas partes engraçadas para não cansar. Sua estrutura é parecida com a de outras fanfics que eu li e amei, sua linguagem e imagens são mais inesperadas, interessantes e sofisticadas do que eu costumo fazer. Essa oneshot foi um exercício de estilo, obteve ótimos resultados e fez maravilhas pela minha autoestima. Acredito que ela tenha sido revisada quatro vezes, uma a mais do que costumo. Lembro que postei porque não aguentava mais vê-la.

Fanfics me ensinaram que o meu melhor costuma ser bom. Para uma pessoa que sonha em ganhar a vida com as palavras que produz, esse é um pensamento confortante.

A fanfic multichapter é diferente. Trata de romance pelo lado do humor. O casal que antes estrelou 14 páginas volta em uma aparição de 1496 palavras, acompanhado de vários outros. O personagem-foco é popular no fandom como alívio cômico, e é assim que aparece na maioria da fanfics. Não é comum que seja seu protagonista.
Mesmo assim, eu conquistei leitores. Pessoas que marcam para serem notificadas quando novos capítulos são postados. Pessoas que adicionaram a fanfic nas suas favoritas antes mesmo do segundo capítulo. Pessoas que comentam todo domingo, sem falta. Pessoas que eu reconheço e com as quais tenho piadas específicas, criadas ao longo das semanas.

É diferente das oneshots. Não tem como comentar duas vezes no mesmo capítulo. Não tem como eu criar uma relação com aqueles leitores como a que tenho com esses, que voltam. E é lindo.

Eu sou muito grata.

(ノ◕ヮ◕)ノ*:・゚✧

Nenhum comentário:

Postar um comentário