sexta-feira, 29 de julho de 2016

Meu pobre, precioso holandês.

Acabei de perceber que hoje é aniversário de 126 anos da morte do Van Gogh. Eu tenho muitos sentimentos a respeito de Van Gogh.

Por exemplo; têm girassóis crescendo no túmulo dele. Esse conceito me emociona.


No ano passado, quando foi encontrado o que suspeita-se ser a única fotografia existente de Vincent Van Gogh, eu encarei aquela foto por minutos e chorei. Esse é o nível de emoção que esse holandês provoca em mim, e ele morreu há 126 anos.

a maior evidência para que esse cara não seja o Van Gogh é que ele está cercado de outras pessoas
A simples ideia da morte dele me sensibiliza. Sendo a história mais comum, a do suicídio, ou a lenda de que ele teria morrido em consequência do tiro acidental de crianças brincando com uma arma. Qualquer uma das duas. Em homenagem a isso, a melhor imagem de todos os tempos:


E para terminar, uma frase emocionante e loucamente irônica de um jeito quase amargo.

"Se eu valer qualquer coisa mais tarde, 
eu valho alguma coisa agora,
pois trigo é trigo,
mesmo se as pessoas pensarem que é uma grama no início." 

Meu pobre, precioso holandês.

(Recomendo o décimo episódio da quinta temporada de Doctor Who, "Vincent e o Doutor", para quem quiser chorar mais um pouco. Sem brincadeira, é lindo.)

(ノ◕ヮ◕)ノ*:・゚✧

Nenhum comentário:

Postar um comentário