terça-feira, 1 de março de 2016

horário de verão

-Mas eu não quero que o horário de verão acabe! - eu reclamei, a voz no tom característico de manha infantil.
Adivinha: acabou do mesmo jeito. A vida é assim. Trágico, né?
Todo ano eu fico de luto pelo horário de verão. Sou da opinião que compensa acordar às cinco da manhã para ter sol às sete da noite. Acho lindo ter sol às sete. Acho lindo só lembrar de fechar a janela do meu quarto às nove horas.
Pois é. Aguardando outubro com ansiedade para voltar a ter essa beleza na minha vida. Até lá, aproveitando a felicidade que é poder usar calça jeans 7 dias por semana.

//Eu gosto de horário de verão. Eu gosto de frio. Contraditório. Pelo menos tenho algo que me agrada em quase toda estação do ano.
(se bem que a primavera é meio desafiadora. só as flores mesmo)//

Cara. Tudo acaba. E como minha mãe adora dizer, isso é tão bom quanto é ruim. Tudo chega ao fim. Pode ser Merlin, ou pode ser a vida, ou pode ser um caderno. Tudo está acabando o tempo todo. E tudo está começando o tempo todo.

Exemplo: a faculdade começou ontem. Não que eu tenha tido aula, mas começou.
Então, é. ok, eu não queria que isso fosse uma coisa profunda mas acabou pseudo profunda/estranha/hipster/alternativa. Foi sem querer.

Falando em inícios, feliz março (ノ◕ヮ◕)ノ*:・゚✧

Nenhum comentário:

Postar um comentário